BLOG

Design e Liderança: times preparados para o sucesso

Design e Liderança são duas frentes que dialogam e que se potencializam, quando se encontram. Assim como o design, liderar tem a ver com orientar decisões e promover transformações. Um bom líder é aquele que tem conhecimento e ousadia o bastante para questionar e inovar em ideias. Podemos falar a mesma coisa sobre um bom designer. 

Quando a sociedade se transforma, seus novos paradigmas refletem também dentro das organizações. A tradicional estrutura hierárquica e fórmulas antigas de liderança já não trazem os resultados esperados. As pessoas, os clientes, os colaboradores de uma empresa e o mundo têm novas demandas. Só conseguimos chegar a novos lugares por meio de novas fórmulas.

O design dentro das organizações 

Nos últimos anos observamos grande evolução e maturidade do design. Se antes o foco era criar produtos apenas bonitos ou funcionais, hoje esse processo é muito mais complexo. 

Não por acaso, projetos inovadores bebem diretamente na fonte da Antropologia. É a partir da análise de comportamento do outro que geramos a compreensão necessária para desenvolver soluções assertivas. Nesse sentido, conseguimos identificar mais uma correlação entre Design e Liderança: a empatia e a gestão de pessoas. 

Bons designers têm a habilidade de interpretar símbolos e, a partir deles, solucionar problemas. Este é, sem dúvidas, um dos atributos indispensáveis para quem ocupa posições de liderança. Outros pontos desejáveis tanto a líderes e que fazem parte da cultura do design são: visão global, sistêmica e abordagens inovadoras.

Pilares do design

Além desse conjunto de características que mencionamos acima, vamos listar pilares essenciais que orientam a atividade de Design e que podem ser replicados em contextos de liderança:

Empatia

Reforçamos aqui o quanto a empatia é crucial para o processo de desenhar novos serviços, produtos ou negócios. O design é feito por pessoas e para pessoas, portanto, o exercício de compreender necessidades e desejos dos outros é fundamental para projetos bem sucedidos.

Experimentação

Teste, teste, teste. Uma ideia tem muito mais chance de dar certo quando realizamos protótipos e testes rápidos. Além disso, a experimentação abre espaço para a criatividade. 

 Imersão

Como entender o comportamento de outras pessoas? Mergulhando profundamente no contexto em que elas estão inseridas! Vivenciar a realidade do outro e imergir em seus hábitos e experiências é o caminho mais enriquecedor. 

Questionamento

Mais do que observar pessoas e ambientes, é preciso questionar constantemente cada detalhe, e não ter medo de fazer perguntas. É assim que surgem insights e informações que podem contribuir para uma solução mais inovadora. 

Percebe como os pilares se complementam? Quando os times, inspirados por seus líderes, conseguem aplicar esses conceitos, os resultados são muito mais consistentes. 

Coragem, colaboração e humanização. Desenvolver estratégias e lideranças com base no Design suscita estes conceitos responsáveis por catalisar e facilitar a implementação de ideias. Transforma-se o modo de trabalho, o ambiente e a entrega ao cliente. 

É assim que fazemos na HOMA: por meio de pesquisas e insights profundos, desenvolvemos estratégias focadas em resultados e implementamos serviços centrados no ser humano. Este é o caminho rumo ao incrível. Você vem com a gente?

Deixe uma resposta